condominio waterways. Nesse período de despedida temporária do Rio

condominio waterways

condominio waterways

Maravilhoso condominio waterways

condominio waterways. Nesse período de despedida temporária do Rio, já está batendo um baita saudosismo. Essa semana fiquei pensando quais seriam as coisas que eu mais ia sentir falta nesse período morando fora; e ainda mais que venho recebendo alguns emails de leitores me pedindo dicas do que fazer no Rio. A cada vez que vou responder, parece que não vai ter fim! O Rio tem muito a oferecer. Então tentei juntar os principais, para mim, numa lista; não há uma ordem de preferência, simplesmente porque não seria justo. Tomem nota e aproveitem! 

BARRA DA TIJUCA

Suba a trilha do Morro da Urca, que tem início na Pista Cláudio Coutinho, na Urca, entre de graça nesse ponto turístico e desça, também de graça, no último bondinho no fim da tarde Update: o bondinho só para descer não é mais gratuito, mas sai mais barato que comprar ida e volta (agora eles estão cobrando entre R$10 e R$20 para descer, mas a entrada no Morro da Urca continua sendo gratuita para quem chega por trilha. Se quiser economizar essa graninha, é só retornar pela mesma trilha, que é bem tranquila)

 

condominio waterways

 

Fuja da praia de Copacabana e encare a distância até a Prainha, do outro lado do Rio, longe pra caramba, mas linda – vá cedo, pois há limite de pessoas e carros

Se a Prainha for muito longe pra você, ainda assim fuja de Copacabana (turístico demais), pegue praia no posto 12 no Leblon e alugue sua cadeira na Barraca da Vanda – um dos metros quadrados mais bonitos do Rio

Estando nas praias de Ipanema ou Leblon, compre o sucolé do Claudinho – o serviço é ambulante nas areias mesmo, tem que ficar de olho e de ouvido em pé

 Se estiver na Barra da Tijuca e quiser comodidade, pegue praia no Pepê.