Corretor Barra da Tijuca

Corretor Barra da Tijuca

Corretor Barra da Tijuca, imobiliária de alto padrão 

Corretor Barra da Tijuca. Venda de imóveis volta a crescer, mas preço se mantém baixo.

Depois de uma das crises mais fortes já vivenciadas pelo setor imobiliário, as vendas voltaram a se recuperar para a Lopes, empresa que trabalha com corretagem e consultoria imobiliária.

Após anos de retração, a companhia divulgou um aumento de 18% nas vendas gerais, para 1,6 bilhão de reais no segundo trimestre do ano. Além disso, lançou 16 novos empreendimentos no primeiro semestre deste ano em São Paulo, 33% a mais que no ano anterior.

No entanto, os preços ainda não se recuperaram. Segundo Mirella Parpinelle, diretora comercial da Lopes, os valores pagos pelos imóveis são os mesmos de antes da crise, pois não houve margem para aumento.

Corretor Barra da TijucaRetomada lenta

O principal motivo para a recuperação da empresa vem da própria economia, que se recupera aos poucos.

Em 2014, as incorporadoras viviam o auge do mercado imobiliário, com um lançamento atrás de outro. No entanto, com o início da crise e aumento do desemprego, as pessoas adiaram o momento de comprar imóveis. Também houve muitos distratos, fim do contrato e desistência da compra. Assim, as incorporadoras tinham muito estoque no mercado, que demorou a ser vendido.

Nos anos que se seguiram, as incorporadoras refrearam os lançamentos, cortaram custos e investimentos. O valor total de vendas em São Paulo despencou de 45 bilhões de reais em 2014 para 14 bilhões de reais, em 2016.

Mais lançamentos

Com a pausa forçada nos últimos anos, as incorporadoras estão prontas para retomar os lançamentos. Muitas aproveitaram o momento de baixa para comprar bons terrenos em localizações favoráveis, com preços abaixo da média.

Dessa forma, a Lopes anunciou 16 lançamentos no primeiro semestre deste ano. No trimestre, o volume lançado alcançou 2,2 bilhões de reais, 29% superior ao mesmo trimestre do ano anterior.