Curiosidades Barra da Tijuca

Curiosidades Barra da Tijuca

Curiosidades Barra da Tijuca

Economicamente uma das regiões mais expressivas da cidade do Rio de Janeiro

Curiosidades Barra da Tijuca  – Considerado um dos bairros mais bonitos do mundo, você sabia que a Barra da Tijuca era originalmente um imenso areal, com vegetação típica de restinga? Que a Barra da Tijuca já foi considerada o ‘Sertão Carioca’? Sabia que até os dias de hoje, corre na Assembléia Legislativa do Rio projeto para a emancipação da região da Barra da Tijuca?

Tudo começou nos ano de 1667, a região da Barra da Tijuca e arredores foi doada a religiosos beneditinos, que implantaram engenhos apenas nos bairros de Camorim, Vargem Pequena e Vargem Grande. Em 1900, as terras da Baixada de Jacarepaguá foram vendidas para a Empresa Saneadora Territorial e Agrícola S.A. (ESTA), ainda hoje grande proprietária de terras na área. A concentração de grandes extensões de terras em mãos de poucos foi uma das causas do crescimento tardio, além da dificuldade de acesso à região, por estar separada do restante do município por grandes cadeias montanhosas. Nesta época, devido a a dificuldade de acesso, a região era frequentada apenas por pescadores que insistiam em desbravar a área.

Porém, o grande marco do desenvolvimento da Barra da Tijuca foi com o urbanista Lúcio Costa, que contratado pelo – na época- governador do Estado da Guanabara, Negrão Lima, para fazer um projeto urbanístico e estratégico para a região: O Plano Piloto da Barra da Tijuca. O Plano Piloto, de 1969, similar ao Plano de Brasília, de inspiração no urbanismo racionalista, com grandes avenidas e grandes espaços abertos, marcou definitivamente o início do estilo de vida peculiar do futuro morador da Barra da Tijuca.

No final da década de 1960, foi construída a Auto-Estrada Lagoa-Barra, que possibilitou o maior desenvolvimento, diminuindo o tempo de transporte para a zona sul da cidade do Rio. Por essa mesma época consolidaram-se grandes condomínios fechados, inspirados num então novo modelo de vida, com destaque para o Nova Ipanema e o Novo Leblon.

Na década de 1990, outro grande marco urbanístico que possibilitou melhor ligação com a Zona Norte da cidade do Rio foi a criação da Linha Amarela, via expressa que liga a Barra da Tijuca à Ilha do Fundão.

A Barra, como é conhecida popularmente, é considerada uma região relativamente nova, classificada como de alto desenvolvimento pelo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH=0,959). Os dados demográficos indicam que a região foi a que mais cresceu no município na década de 1990: cerca de 44%. Será a grande sede das Olimpíadas de 2016, recebendo a maioria das modalidades olímpicas, além de ser o local da Vila Olímpica. Sem falar nos investimentos das grandes obras como Transolímpica, Transoeste e Transcarioca.

A Barra da Tijuca é economicamente uma das regiões mais expressivas da cidade do Rio de Janeiro; e uma das que mais crescem. Grandes empresas migraram para a Barra da Tijuca em decorrência do boom da construção civil e da oferta de espaços e novos empreendimentos empresariais.

Entre as grandes empresas que escolheram a região para instalar suas sedes ou filiais; encontram-se a Shell Brasil; a Esso Brasil, a Vale do Rio Doce; a Vivo, a Michelin, a Nokia, a PwC a Tim e a Unimed; além de grandes empresas de comunicação, shoppings, agências de publicidade e muito mais.

Fonte: Google