Huma - Um cidadão conectado com a sua época e sua comunidade.

Huma

Huma

Huma

Um cidadão conectado com a sua época e sua comunidade.

Huma – Acreditamos que a cidade, o bairro, a rua e o condomínio são uma extensão dos lares e por isso, a conexão de uma pessoa com o seu lar deve ir muito além das quatro paredes do imóvel. A identificação com todo o entorno é fundamental, afinal ele é, antes de tudo, um cidadão dentro de uma comunidade, que pensa coletivamente e respeita o próximo.

Interessada na relação de seus empreendimentos com a cidade e com as pessoas, a Huma é uma incorporadora comprometida com sua comunidade.

Entendemos a cidade, o bairro, a rua e o condomínio como extensões do nosso próprio lar, e por isso nossos projetos buscam as melhores soluções tanto do muro para dentro quanto do muro para fora.

Enxergar além do próprio muro é uma premissa que esperamos partilhar com o tipo de morador para o qual construímos: um cidadão conectado com a sua época e sua comunidade, que pensa coletivamente e respeita o próximo.

Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é uma grande cidade brasileira à beira-mar, famosa pelas praias de Copacabana e Ipanema, pela estátua de 38 metros de altura do Cristo Redentor, no topo do Corcovado, e pelo Pão de Açúcar, um pico de granito com teleféricos até seu cume. A cidade também é conhecida pelas grandes favelas. O empolgante Carnaval, com carros alegóricos, fantasias extravagantes e sambistas, é considerado o maior do mundo.

É um dos principais centros econômicos, culturais e financeiros do país, sendo internacionalmente conhecida por diversos ícones culturais e paisagísticos, como o Pão de Açúcar, o morro do Corcovado com a estátua do Cristo Redentor, as praias dos bairros de Copacabana, Ipanema e Barra da Tijuca, entre outras; os estádios do Maracanã e Nilton Santos; o bairro boêmio da Lapa e seus arcos; o Theatro Municipal do Rio de Janeiro; as florestas da Tijuca e da Pedra Branca; a Quinta da Boa Vista; a Biblioteca Nacional; a ilha de Paquetá; o réveillon de Copacabana; o carnaval carioca; a Bossa Nova e o samba.

A cidade foi, sucessivamente, capital da colônia portuguesa do Estado do Brasil (1763-1815), depois do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves (1815-1822), do Império do Brasil (1822-1889) e da República dos Estados Unidos do Brasil (1889-1968) até 1960, quando a sede do governo foi transferida para a recém-construída Brasília. Neste ano, o Rio foi transformado em uma cidade-estado com o nome de Guanabara e somente em 1975 torna-se a capital do estado do Rio de Janeiro, após a fusão deste com a Guanabara.