Imóveis da Barra, Vivendas da Barra, na Barra da Tijuca.

Imóveis da Barra da Tijuca – Conheça o condomínio do presidente.

Imóveis da Barra

Imóveis da Barra, Vivendas da Barra

Conheça o condomínio Vivendas da Barra, condomínio do presidente.

Imóveis da Barra. No começo desta semana, ÉPOCA visitou o condomínio. A casa de Jair Bolsonaro fica na Rua C, a terceira via à esquerda de quem entra no condomínio. Dois carros estavam parados na garagem quando a reportagem passou pela casa. Na varanda, mulheres trabalhavam na arrumação. Para o padrão do lugar, a casa do presidente é simples: 230 metros quadrados, conjugada, sem luxo.

Quem toma conta hoje da casa do presidente é seu filho Carlos Bolsonaro (PSC), de 36 anos, vereador no Rio de Janeiro, conhecido por usar as redes sociais como quem maneja uma metralhadora. No quinto mandato na Câmara Municipal, virou o principal escudeiro do presidente. “Carlos está morando lá. Tem arrumado a bagunça deixada pelo pai”, afirmou, brincando, um amigo da família. “Bolsonaro se mudou para Brasília praticamente com a roupa do corpo. O filho é quem está organizando tudo na casa, nos intervalos das sessões da Câmara Municipal. Tem muita coisa que precisa ser levada para Brasília. Outras serão jogadas fora ou embaladas”, disse.

Valor dos imóveis

O capitão reformado do Exército passou a ocupar o endereço há dez anos. Bolsonaro tem outra casa no condomínio. Elas foram declaradas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelo valor de R$ 603,8 mil e R$ 400 mil, respectivamente. Antes de mudar para o Vivendas da Barra, Bolsonaro morou no condomínio Lagoa Mar do Norte, também na Barra da Tijuca, onde o jogador Zico tem casa. “Acho que nossas casas eram coladas muro com muro. Não tivemos contato, porque na época em que ele morou lá eu estava no Japão”, lembrou Zico, que está hoje novamente no país asiático.

Pelos anúncios de imobiliárias, quatro imóveis no Vivendas da Barra estão à venda atualmente: três com valores superiores a R$ 4 milhões e uma casa oferecida por R$ 2,5 milhões. O IPTU não é barato: em média não sai por menos de R$ 12 mil por ano. O condomínio está na faixa de R$ 2 mil por mês. Duas das casas à venda ficam na mesma rua da residência do presidente da República.

Vizinhança

Imóveis da Barra. Também na Rua C, a cerca de 70 passos do imóvel de Bolsonaro, fica a casa alugada por outro conhecido morador: Ronnie Lessa, o sargento reformado da Polícia Militar preso em março deste ano dentro do condomínio. Ele é acusado de assassinar a vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes, em março de 2018. A habitação do homem suspeito de fazer parte de um grupo paramilitar da Zona Oeste é daquelas que se enquadram na definição de alto padrão: tem cerca de 420 metros quadrados de área construída e está avaliada em pouco mais de R$ 4 milhões. O imóvel conta com três vagas na garagem e tem cinco suítes. O terreno é cercado por jardim e possui um espaço gourmet com churrasqueira. Na visita da reportagem, não havia nenhum sinal de que o imóvel está sendo habitado.