Mansão Kardashian. Veja a Mansão da matriarca da família Kardashian.

Mansão da matriarca da família Kardashian

Mansão Kardashian

Mansão Kardashian

Conheça a Mansão da matriarca da família Kardashian

Mansão Kardashian. Matriarca da família Kardashian  -Jenner tem uma mansão sóbria e discreta, repleta de peças clássicas do século XX, de Charlotte Perriand , Jean Prouvé, Jean Royère, Pierre Guariche, Aldo Tura, Paolo Buffa e Oscar Niemeyer.

Meses se passaram após o incêndio que se alastrou na região de Calabasas e Malibu, na Califórnia, e que destruiu boa parte das casas dos famosos, inclusive a mansão da família Kardashian-Jenner. Nesta terça-feira (5), no entanto, a matriarca da família, Kris Jenner, abriu sua nova mansão em Hidden Hills, em Los Angeles; para a Revista Architectural Digest, e mostrou luxo e bom gosto.

Coleções de peças

Mansão Kardashian

Segundo a publicação, a casa sóbria e discreta está repleta de peças clássicas decorativas do século XX, de Charlotte Perriand , Jean Prouvé, Jean Royère, Pierre Guariche, Aldo Tura, Paolo Buffa e Oscar Niemeyer.

“Tenho colecionado móveis e feito casas por toda a vida. Eu tive tantos tipos diferentes de casas em tantos estilos diferentes”; disse Kris Jenner; acrescentando que por conta da rotina corrida e cheia de compromissos; preza por ficar em seu lar para ter paz.  “Não gosto de sair tanto quanto costumava. Meu trabalho é tão agitado e caótico. Eu estou sempre correndo. Eu queria sentir que minha casa fosse como um santuário, perfeitamente calma e pacífica ”; explicou ela.

Grande projeto

Mansão Kardashian

Ainda de acordo com a Architectural Digest, os designers projetaram uma série de salas tranquilas, em grande parte monocromáticas, equipadas com móveis de primeira linha; com estofados em seda, camurça, alpaca, pele de carneiro e outros revestimentos luxuosos. A sala principal da casa de Kris Jenner é toda iluminada e fácil; com acesso à piscina através de enormes portas de vidro deslizantes de um lado e a cozinha e área de café-da-manhã no outro.

Fonte: https: revista quem