Metro Barra da Tijuca, a historia do Metro no Rio de Janeiro

Historia Metro Rio de Janeiro

Metro Barra da Tijuca

Metro Barra da Tijuca

Como Tudo começou

Metro Barra da Tijuca; Quando foi inaugurado, em março de 1979, o Metrô do Rio de Janeiro contava com 4,3 quilômetros de trilhos ligando cinco pontos próximos da cidade. Nos primeiros dez dias de operação; seus trens transportaram mais de meio milhão de pessoas, numa média diária de 60 mil clientes.

Entre as estações pioneiras, o maior movimento da operação foi na Cinelândia, que, com mais de um terço do total de passageiros, dividia então o fluxo com Praça Onze, Central; Presidente Vargas e Glória. Naquele primeiro momento do sistema, o Metrô operava com apenas quatro trens de quatro carros que circulavam com intervalos médios de oito minutos entre 9h e 15h, horário que foi esticado até as 23h em dezembro do mesmo ano.​ 

A primeira expansão

A expansão veio rápido. Já no ano seguinte, as Estações Uruguaiana e Estácio foram inauguradas. Com o surgimento destas duas estações, a demanda de passageiros foi incrementada; o que obrigou a empresa a aumentar o número de carros nos trens de quatro para seis.

Em janeiro de 1981, foi a vez de a Estação Carioca ser concluída. No mesmo ano foram inauguradas também as Estações Catete, Morro Azul – hoje, Flamengo – e Botafogo. Ainda em novembro do mesmo ano foi inaugurada a Linha 2, que contava apenas com as Estações São Cristóvão e Maracanã. Em dezembro, completando o trecho Sul da Linha 1, foi a vez da Estação Largo do Machado entrar no mapa.

Novas inaugurações

Metro Barra da Tijuca

Novas inaugurações no trecho Norte chegaram em 1982, com o início das operações das Estações de Afonso Pena; São Francisco Xavier e Saens Peña. A fim de permitir a conclusão da Linha 2 até Irajá, em 1983, os trens deste trecho passaram a circular das 6h às 14h.

Durante um mês, depois deste horário até as 20h, foi implantado um serviço gratuito de ônibus; integrando as Estações Estácio, São Cristóvão e Maracanã. Após a conclusão das obras; foram inauguradas as Estações Maria da Graça, Del Castilho, Inhaúma e Irajá que, visando antecipar a disponibilidade do serviço, funcionavam ainda sem todas as funcionalidades do Metrô (Pré-Metrô).