O que esperar do mercado imobiliário em 2019

o que esperar do mercado imobiliário em 2019

O que esperar do mercado imobiliário em 2019

O rumo do mercado imobiliário nesse ano:

o que esperar do mercado imobiliário em 2019. Um termômetro e tanto da economia brasileira, o mercado imobiliário deve passar por uma virada em 2019. Especialistas preveem que preço do metro quadrado vai enfim, começar a subir e o setor viverá uma recuperação ao longo dos próximos anos. No segmento de imóveis corporativos, essa virada de chave revela uma última janela de oportunidades para empresas que precisam mudar de escritório negociarem os preços e também para investidores, que podem aproveitar para investir nesse segmento com foco nos próximos anos.

Parte desse otimismo vem dos próprios números de 2018, que mostram uma melhora significativa graças a dois fenômenos distintos. De um lado , a melhora da economia fez a demanda por imóveis subir. Por outro lado; houve queda na oferta de novos empreendimentos, já que as incorporadoras passaram a construir menos, em meio à recessão.

Depois de seis anos em queda, a venda de imóveis residencias cresceu cerca de 10%. Já nos imóveis corporativos, dados da Cushman & Wakefield mostram a taxa de vacância em São Paulo atualmente em 21,4%, ante o pico de 29,5% observado em 2016. Quando se leva em consideração os contratos já assinados de empresas que ainda não mudaram de prédio, essa taxa já cai par 18%.

Além disso; a absorção líquida nesse segmento (saldo entre ocupações e devoluções de espaço) em São Paulo chegou a 195.504 metros quadrados em 2018, o melhor resultado em cinco anos. 

Imóveis corporativos Rio de Janeiro (CBD AA+)

Enquanto São Paulo se recupera, no Rio de Janeiro a expectativa é que a vacância de imóveis corporativos, atualmente em 39,5%; continue próxima da estabilidade nos próximos dois anos. Mais do que a crise econômica nacional; a cidade foi afetada pela crise institucional e de violência que continua assolando o estado; não parece se recuperar no curto prazo.

Um ponto que favorece os donos de empreendimentos no Rio de Janeiro é o fato de a cidade não ter muito espaço para novos prédios; o que manteve o preço médio pedido em uma faixa mais elevada que a de São Paulo, atualmente em R$105. A tendência é que o preço se mantenha nesse patamar, mas; para uma retomada vigorosa do mercado, o estado precisa se recuperar.

A Muller Imóveis Rj é uma imobiliária especialista em casas de alto padrão. Temos excelentes opções nos condomínios da Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes; uma delas pode ser exatamente a que você procura. Acesse o nosso site e entre em contato com os nossos corretores, deixe a nossa imobiliária surpreender você.