Paleta de Cores - 10 dicas de como escolher para o seu lar

Paleta de Cores

Paleta de Cores

Paleta de Cores

10 dicas de como escolher para o seu lar

Paleta de cores bem definida pode ser o diferencial para os ambientes de seu lar, afinal, saber quais opções escolher para harmonizar o ambiente é fundamental.

 

A paleta de cores consiste em um conjunto de cores cujo objetivo é passar uma sensação, uma ideia ou uma identidade visual. 

 

Suas utilizações são inúmeras, estando presente no marketing, no design, na composição de maquiagens profissionais e também na arquitetura e decoração, entre outros.

 

Utilizando a paleta de cores, é possível atingir uma harmonização única no ambiente, causando sensações específicas para cada local da casa. 

 

Se você busca um serviço de reforma de varandas, imaginar as cores que deixem o ambiente mais confortável será fundamental para transformar o espaço em uma área aconchegante e cheia de personalidade. 

 

Se você deseja saber mais sobre o que é e como utilizar o recurso da paleta de cores, acompanhe a leitura deste artigo.

Afinal, qual a função da paleta de cores?

A paleta é baseada no círculo cromático, conjunto das doze cores que o olho humano consegue enxergar, e utiliza a combinação desses tons para passar informações ao nosso subconsciente. 

 

Um exemplo clássico é o de redes de fast food, que comumente usam cores quentes e vibrantes, passando uma sensação de despertar o apetite, além da vontade de comer. 

 

Alguns ambientes modernos gostam de passar uma sensação de tranquilidade e apostam em tons mais neutros. Um rodapé branco 8cm pode se encaixar perfeitamente com cores frias, passando uma sensação única de acolhimento ao ambiente. 

 

Os conceitos de utilização da paleta de cores dentro do universo da decoração são amplamente praticados. 

 

Através das combinações, é possível criar qualquer tipo de ambiente, deixando a imaginação da equipe de decoração ou designer de interiores montar estruturas impressionantes. 

 

As cores podem, inclusive, auxiliar outros objetos do ambiente para criar a combinação perfeita. Ao escolher uma persiana vertical para porta, você pode combinar com as cores das paredes e piso, por exemplo, para criar um ambiente inspirador. 

 

As paletas de cores também são responsáveis por mudar a iluminação, acústica e até mesmo a sensação térmica de uma sala, podendo renovar completamente o ambiente simplesmente com as cores que o compõe. 

 

Muito mais do que isso, as cores podem nos trazer uma percepção diferente, relacionadas às nossas próprias experiências e sentimentos. 

 

Os contrastes causados pela paleta de cores com os móveis, pisos, portas e outros objetos de um cômodo dão opções de decoração quase infinitas, limitados apenas pela criatividade dos envolvidos na montagem do ambiente.

 

Inclusive, as cores são estudadas por filósofos e artistas durante muito tempo, mas a padronização é relativamente recente. 

 

O conceito das paletas de cores como padrões começou somente na década de 60, embora as combinações de cores sejam muito mais antigas. 

 

A ideia das paletas é criar uma linguagem universal, para que qualquer pessoa em qualquer lugar consiga acessar as combinações de cores e passar as sensações desejadas. 

 

Esse esforço por parte de designers, artistas e entusiastas do estudo das cores acabou criando a definição moderna das paletas de cores.

10 Dicas para utilizar as paletas de cores no seu ambiente

Mesmo sem ter uma equipe de decoração à disposição, é possível seguir algumas dicas para deixar seus ambientes mais adequados com os sentimentos que você deseja passar, aplicando o conceito das paletas de cores em seus cômodos. Conheça-as a seguir.

1. Compreender a ideia que você quer passar

É importante entender que tipo de sensação você deseja passar quando monta um ambiente. Você quer que ele seja algo mais aconchegante e confortável, ou que passe uma sensação de energia e dinamismo? 

 

Esse tipo de conceito é primordial na hora de escolher a paleta de cores que será utilizada na montagem do cômodo, que terá impacto tanto as cores pintadas na parede, quanto os móveis e outros objetos de decoração.

2. Busque inspiração

Existe uma infinidade de aplicativos e sites na internet com ideias de decoração acessível. Fazer uma pesquisa de antemão é primordial para decidir quais combinações ficam melhores no ambiente. 

 

Revistas virtuais de decoração e até mesmo casas de famosos podem ser o diferencial que você estava buscando como inspiração.

 

Se possível, salve todas as imagens de seu interesse para manter um arquivo visual com suas vontades de decoração.

3. Verifique suas possibilidades

Trabalhar com o que você já tem é uma excelente forma de começar a reformar. 

 

Se você planeja fazer um paisagismo quintal dos fundos, pode começar a organizar os outros cômodos da casa para contrastarem com as tonalidades escolhidas para modificar os espaços exteriores. 

 

Veja suas portas e pisos e a cor predominante de cada cômodo. Às vezes, a mudança pode surgir com o mínimo de modificações necessário, e já fazer uma grande diferença no ambiente.

4. Considere suas preferências

A casa é sua, e a decoração deve transparecer isso. Seus gostos, desejos e preferências devem estar impressos em cada ambiente da casa, afinal, é você que passará a maior parte do tempo lá. 

 

Se você gosta de uma decoração mais moderna, aposte em objetos decorativos minimalistas, com cores frias e poucos itens no ambiente. Para uma decoração mais rústica, busque peças em locais inusitados. 

 

Constantemente, em áreas de demolição de casas antigas, é possível encontrar objetos que inicialmente parecem descartáveis, mas podem ser muito interessantes para montar um ambiente intimista com um ar mais retrô.

5. Crie contrastes

Os contrastes deixam a decoração mais viva, embora deva haver um cuidado para não exagerar na dose. 

 

Ainda assim, o contraste entre duas cores pode deixar a sala com uma coloração muito mais viva e dinâmica, fazendo com que aqueles que visitam o ambiente se sintam em um cômodo cheio de criatividade e inspiração.

 

Por esse motivo, é interessante conhecer o significado e sensações das tonalidades básicas:

 

  • Cores neutras: ar intimista e relaxante;
  • Cores frias: sensação refrescante e calmante;
  • Cores quentes: estimulam a interação;
  • Cores intensas em tons neutros: clima alegre e vibrante.

 

Uma sala para palestra pode ficar completamente diferente simplesmente contrastando as cores frias e neutras das paredes com uma cor viva e quente nas cadeiras e objetos do ambiente.

6. Utilize a regra 60-30-10

Essa regra do mundo da arquitetura é usada em diversas áreas de design que trabalham com cores, e não seria diferente para a decoração do seu lar. 

 

A linha é simples e pode te ajudar a manter o controle na hora de escolher as variações de cores que você pretende usar.

 

Basicamente, você irá separar o ambiente em 60% de uma cor dominante e mais puxada para o neutro, 30% de uma cor secundária e 10% de uma cor mais viva.

 

Isso não inclui somente as cores de tintas, mas também objetos de decoração e outros itens do ambiente, como estofados, almofadas, tapetes e outros itens do cômodo. 

 

Fazendo isso, você consegue manter a harmonia do ambiente e poderá explorar de forma mais segura o conceito das cores.

7. Tenha como influência a natureza

A beleza estonteante de ambientes naturais não só pode, como deve, ser uma fonte de inspiração quando você estiver montando um ambiente. 

 

Os infinitos tons da natureza inspiram as cores e combinações do ambiente, bem como os objetos decorativos criados com produtos naturais. 

 

As plantas também são ótimas para compor uma decoração de ambiente, além de trazerem mais vida para o cômodo.

8. Guie-se com seus objetos

Pintar as paredes da casa muitas vezes é mais fácil que trocar uma série de objetos, como sofás, prateleiras e armários. 

 

Inspire-se em objetos que você já possui para criar uma decoração adequada, buscando as paletas de cores mais próximas dos ambientes do seu lar. 

 

Em alguns casos, uma pequena mudança como um corrimão de ferro para escada interna pode dar uma inspiração para toda a coloração de um único ambiente.

9. Pense no estilo da decoração

As cores muitas vezes refletem o estilo escolhido para decorar um ambiente. 

 

Uma cozinha retrô tem um determinado tipo de paleta que leva nosso cérebro diretamente ao objetivo da decoração, enquanto ambientes modernos costumam ser mais neutros e com tons de cinza. 

 

É importante decidir antes de iniciar a reforma qual o estilo você pretende seguir, pois ele será o guia para a compra não só das tintas corretas para a utilização da paleta, como também para uma série de objetos que você poderá comprar para compor a decoração.

10. Varie nas paletas da casa

Uma casa com vários cômodos pode se tornar um tanto quanto monótona se não houver variações. 

 

Sua sala pode ter tons neutros, enquanto a cozinha utiliza uma paleta mais voltada para cores quentes, e os quartos utilizam a paleta de cores frias para criar um ambiente tranquilo e aconchegante. 

 

É possível começar sua decoração com uma pintura fachada de muro, deixando visível desde o princípio o objetivo de design com seu imóvel.

 

Com essas dicas, é possível começar a se organizar para iniciar uma mudança completa nos ambientes de sua casa, aproveitando a estrutura das paletas de cores para dar todo um significado para sua decoração.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.