Saiba como proteger sua casa de pragas no verão

Saiba como proteger sua casa de pragas no verão

Saiba como proteger sua casa de pragas no verão

Saiba como proteger sua casa de pragas no verão – Mosquitos, escorpiões, pombos, roedores, abelhas, vespas e cupins, são só algumas das pragas, consideradas “animais sinantrópicos nocivos”, que mais aparecem nas residências. 

Principalmente, nos grandes centros urbanos. Especialmente no verão, quando a incidência de insetos e animais peçonhentos aumenta significativamente, é importante tomar cuidado com a sua casa, para garantir a proteção de toda a família.

Isso ocorre porque esses animais, com destaque para os insetos, não têm controle sobre suas temperaturas corporais, que variam conforme o ambiente.

Assim, durante o clima quente, o metabolismos das pragas acelera, fazendo com que elas cresçam e se reproduzam de forma muito mais rápida.

Além de prejudicar a saúde humana e de pets, as pragas também trazem prejuízos financeiros.

Por exemplo, os cupins podem destruir completamente uma edificação de alvenaria estrutural armada, bem como móveis e livros. 

A preferência é pela madeira seca, material presente em quase todas as casas do Brasil. Portanto, vale a pena ficar de olho nesses animais.

No post de hoje, trouxemos algumas dicas de como proteger sua casa de pragas no verão.

Quer saber mais? Continue a leitura!

1 – Faça uma boa limpeza na sua residência

Não tem como negar, as pragas preferem os locais sujos. Você provavelmente já deve ter visto aquela barata saindo dos canos de esgoto. Ou perto do lixo.

Acontece que a sujeira serve de alimento para as pragas, além de oferecer abrigo, com um local quente e úmido.

Por isso, não tem jeito, aumente os cuidados com limpeza no verão.

Verifique, principalmente os locais com umidade, como o filtro para piscina pequena, que também requer higienização periódica.

A cozinha e o banheiro também merecem atenção especial. Afinal de contas, além de serem úmidos, são os locais com maior presença de material orgânico, que serve de alimento para as pragas urbanas.

Para quem tem pet em casa, lembre-se de retirar as fezes e urina dos seus animais de estimação. Os excrementos também colaboram com a proliferação de insetos, incluindo as baratas.

Importante destacar que durante os dias mais quentes, vale a pena estender a higienização da casa para outros locais.

Por exemplo, veja se o seu automóvel não precisa de uma boa limpeza de estofados de carros

Se você tem criança, ou tem costume de comer no veículo, é possível encontrar restos de alimentos nos estofados, contribuindo para o surgimento de pragas.

2 – Invista em telas de proteção contra mosquitos

O verão também é a época do ano preferida pelos mosquitos, incluindo o Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, zika e chikungunya.

Isso ocorre porque durante o verão as altas temperaturas em conjunto com as chuvas constantes fazem parte da receita perfeita para a proliferação do mosquito. 

Não é à toa que os casos de dengue aumentam muito nesse período.

Para proteger a sua família, o recomendável é instalar tela de segurança contra mosquitos em portas e janelas da sua casa.

Além disso, outros cuidados básicos contra o mosquito da dengue são:

  • Não deixar água parada;
  • Tampar os recipientes que acumulam água;
  • Fazer uso de repelentes ao longo do dia;
  • Manter a casa limpa constantemente.

Não há tratamento para nenhuma das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, sendo que a principal recomendação é ingerir bastante líquido e permanecer em repouso.

Para saber se você está com dengue, verifique os sintomas: dor de cabeça, dores no corpo, presença de manchas avermelhadas, febre alta, vômitos e diarreia.

3 – Não deixe alimentos fora da geladeira

Carnes, frutas, hortaliças, legumes e outros tipos de alimentos frescos precisam estar armazenados dentro da geladeira, ou pelo menos, em um recipiente fechado.

Isso evita que a proliferação de moscas, além de conservar melhor os alimentos, já que as altas temperaturas estragam as comidas muito mais rápido.

Ingerir alimentos estragados é altamente prejudicial à saúde, podendo causar infecção intestinal e intoxicação alimentar.

Além disso, as moscas também podem transmitir doenças, incluindo as verminoses.

4 – Verifique os cantos escondidos da sua casa

As pragas urbanas gostam de se esconder em locais escuros, onde não podem ser vistas com facilidade.

Por esse motivo, é importante verificar os detalhes da sua casa, incluindo dentro da caixa de entrada de energia, que pode abrigar baratas, ratos, escorpiões, entre outros animais peçonhentos.

Vale dizer que alguns animais possuem hábitos noturnos. Sendo assim, pode ser recomendável colocar venenos ou utilizar inseticidas durante a noite, especialmente nos cantos escondidos da sua casa.

5 – Tenha cuidado ao abrir móveis do quintal

Se você é do tipo de pessoa que deixa alguns móveis no quintal, como cadeiras e mesas, é necessário ter cuidado na hora de fazer a limpeza desses objetos.

Por exemplo, ao abrir uma cadeira dobrável estofada, fique atento à presença de pragas, que podem se esconder no meio do móvel.

Escorpiões são as pragas que mais gostam de se esconder. Eles são animais de hábitos noturnos, que se escondem abrigados da luz, sob pedras, entulhos, madeira, material de construção, encanamentos, até mesmo dentro de calçados e roupas.

Apesar de nem todos os escorpiões serem venenosas, a picada pode ser extremamente dolorosa, com possibilidade de causar náusea, vômito, aumento da frequência cardíaca, sudorese, quedas de pressão e dificuldade para respirar.

Em casos mais graves, como em crianças, a picada de escorpião pode causar outros sintomas, que incluem agitação, movimentos descoordenados, dificuldade para caminhar, sonolência excessiva, confusão mental, tremores e espasmos.

Por isso, ao realizar qualquer reforma dentro de casa, mesmo uma simples manutenção elétrica industrial, tenha cuidado com os materiais acumulados, pois eles podem ser ótimos abrigos para os escorpiões.

6 – Faça a limpeza de cortinas, roupas de cama e toalhas

As cortinas, roupas de cama e toalhas também podem colaborar para a proliferação de pragas urbanas.

Em vista disso, caso esteja fazendo a limpeza da sua casa, lembre-se de fazer a higienização desses artigos, incluindo a cortina rolô blackout. Isso ajuda a reduzir o número de insetos e outros animais na sua casa.

Além disso, caso a roupa de cama tenha ficado por muito tempo guardada no armário, o ideal é levar esses itens, antes de usá-los. 

Afinal, é possível encontrar ácaros nos tecidos, que podem causar problemas respiratórios, especialmente em crianças e idosos.

7 – Não deixe lixo acumulado dentro de casa

O acúmulo de lixo favorece a proliferação das pragas urbanas, bem como outros problemas relacionados à falta de higiene, incluindo a disseminação de doenças infecciosas, verminoses, entre outras.

Mesmo em um período curto de tempo, a presença do lixo pode colaborar para o surgimento de animais indesejados, como ratos, baratas, moscas e pombos.

Essas pragas podem causar diversos problemas de saúde para os seres humanos, incluindo a febre tifóide, cólera, hepatite, leptospirose, além de alergias e doenças gastrointestinais diversas. 

Quando associado às chuvas típicas do verão, o lixo também é um local ideal para a reprodução dos vetores como o mosquito da dengue, o Aedes aegypti, um dos principais inimigos da saúde pública no Brasil atualmente.

8 – Chame uma dedetizadora

Se, mesmo com todos os esforços, você ainda continua se deparando com pragas na sua casa, pode ser o momento de chamar uma dedetizadora.

O trabalho de empresas especializadas em dedetização é voltado para a eliminação de animais peçonhentos e pragas urbanas, em qualquer ambiente, seja ele residencial, industrial, comercial ou condominial.

Aliás, é recomendável realizar a dedetização da sua casa a cada 6 meses, ou conforme recomendação da própria dedetizadora.

Algumas localidades são mais propícias à proliferação de pragas urbanas, como casas próximas a terrenos baldios, lixões, espaços de preservação ambiental, redes de esgoto e residências que estão passando por algum tipo de obra ou reforma.

Vale dizer que o trabalho das empresas dedetizadoras é feito de maneira eficiente e profissional, com métodos que não prejudicam o meio ambiente, nem comprometem a saúde humana.

Certifique-se que a empresa de dedetização está devidamente licenciada, isto é, possui toda a documentação necessária para atestar o trabalho eficiente, sustentável e qualificado.

9 – Conscientize os demais moradores da sua casa

Não adianta nada apenas uma pessoa se esforçar para evitar a reprodução e aparecimento de pragas urbanas, se os demais moradores pouco se importam com isso.

Afinal, é muito mais fácil sujar um ambiente do que deixá-lo limpo.

Sendo assim, é importante conscientizar todos os moradores do local a respeito da importância de proteger a casa contra as pragas no verão.

Procure enfatizar sobre os problemas que esses animais podem causar, como as diversas doenças, que podem levar a óbito.

Além disso, adote hábitos higiênicos, que podem facilitar a limpeza do ambiente e a conservação da casa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.