santa monica barra.O fator "educação" do IDH no município...

santa monica barra

Mansão Villagio Felicitá

santa monica barra

santa monica barra

santa monica barra.O fator “educação” do IDH no município atingiu em 2000 a marca de 0,933; patamar consideravelmente elevado; em conformidade aos padrões do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) – ao passo que a taxa de analfabetismo indicada pelo último censo demográfico do IBGE foi de 4,4% (superior apenas às das capitais da região Sul).

Tomando-se por base o relatório do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de 2007; o Rio obteve a terceira melhor colocação dentre as capitais brasileiras. Na classificação geral do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2005; três escolas cariocas ocuparam os primeiros lugares: o Colégio de São Bento, o Colégio Santo Agostinho e o Colégio PH.

santa monica barra

SANTA MONICA

Em 2007; oito escolas da cidade figuraram entre as 20 melhores do ranking; sendo os colégios São Bento e Santo Agostinho os respectivos primeiro e segundo colocados. Em 2008; sete escolas apareceram na lista.

Entre as muitas instituições de ensino superior podem-se destacar a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); a Fundação Getúlio Vargas (FGV); o Instituto Militar de Engenharia (IME); a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística; o Rio de Janeiro dispunha de um total de 2087 estabelecimentos de saúde em 2009; sendo 189 públicos e 1898 privados; os quais dispunham no seu conjunto de 20 756 leitos para internação; sendo que mais da metade são privados. A cidade também conta com atendimento médico ambulatorial em especialidades básicas; atendimento odontológico com dentista e presta serviço ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Em abril de 2010 existiam 1 912 582 mulheres em idade fértil (entre 10 e 49 anos). A capital fluminense contava em dezembro de 2009 com 1 834 anestesista; 17 485 auxiliares de enfermagem, 1 662 cirurgiões gerais; 2 983 cirurgiões dentistas; 5 635 clínicos gerais, 8 228 enfermeiros, 1 204 farmacêuticos; 1 646 fisioterapeutas, 558 fonoaudiólogos, 2 714 gineco-obstetras, 199 médicos de família, 1 274 nutricionistas;