Setor imobiliário aquece graças a ajuda do setor rural.

Propriedades rurais movimentam setor imobiliário

Setor imobiliário

Setor imobiliário 

setor imobiliário aquece na área rural

Setor imobiliário; Criação de bovinos é um dos impulsionadores desse mercado em Marília (SP), mas a busca pelo lazer também conta. Loteamento de chácaras já vendeu 100 unidades na cidade.

O mercado imobiliário está se recuperando aos poucos da crise dos últimos anos e na região de Marília (SP) um dos setores que tem ajudado nessa recuperação é da venda de propriedade rurais. A cidade concentra os maiores criadores de bovinos no estado de São Paulo e essa vocação para criação de rebanhos torna as terras um grande negócio.

Venda de propriedades rurais aquece o mercado imobiliário em Marília — Foto: TV TEM/Reprodução

“Marília, é o maior município produtor de bovinos do estado de São Paulo, e por causa do terreno irregular não entra muita usina, a parte da agricultura, então a parte a pecuária é muito, como também bubalinos e ovinos, e outros mercados oportunistas, então faz com que faça uma atividade rentável o que atrai muita gente para investir nessas fazendas e sítios”, destaca o zootecnista Cledson Augusto Garcia.

Interessados no imóvel

Interessados não devem faltar, segundo o corretor Luis Antônio Borghette. Ele conta que nos últimos dois anos a venda de propriedades rurais teve um aumento de 40% na região.

Investimento é um dos impulsionadores, como explica Luis. “Por causa da taxa básica de juros baixa, muitos investidores acabam tirando o dinheiro das aplicações para investir nas terras.”

Lazer e sossego

Além da pecuária, a busca por lazer também movimenta esse setor.Para quem gosta do campo, seja para passar os fins de semana ou morar ou mesmo, a opção tem sido investir em chácaras. Na zona rural de Marília, um recente loteamento já vendeu quase todas as 100 unidades em menos de um ano. E já tem gente construindo.

Segundo o corretor um crescimento de 30% no setor. “A terra é um ótimo investimento, hoje você compra um pedaço de terra e ela nunca desvaloriza, além de tudo que você pode estar construindo, fazendo uma horta, uma piscina, e se você só deixar a terra, e os seus vizinhos construírem, já vai ter uma valorização”, destaca Edson Moreira.

Foi o que fez a comerciante Silene Aparecida Amadeu. Comprou há um ano e meio uma chácara. A construção da casa está avançada e também tem um pomar cheio de árvores que ela mesma plantou. Ela não vê a hora de colher as primeiras frutas.

Fonte: G1