Vale a pena alugar sua casa no Carnaval? - Época certa para investir

Vale a pena alugar sua casa no Carnaval?

Vale a pena alugar sua casa no Carnaval?

Vale a pena alugar sua casa no Carnaval? – O Carnaval está chegando aí, junto com muitas oportunidades para se divertir, festejar, pular e dançar com os amigos. 

Alguns foliões aproveitam a época para viajar, seja para conhecer novas festas ou somente aproveitar os momentos de descanso.

Há, ainda, os que não curtem muito as festas carnavalescas e decidem viajar para outros países, aproveitando para ter novas experiências em lugares mais longe.

No entanto, seja para foliões que vão ficar longe, ou somente alguém que possui um imóvel (e está lá, parado), o Carnaval pode ser a época certa para investir no aluguel da sua casa, ainda mais para temporadas curtas.

Neste artigo, vamos falar um pouco mais das vantagens e algumas desvantagens de alugar a sua casa para o Carnaval. 

As vantagens e as desvantagens do aluguel de casas em curtas temporadas

Vamos fazer um cálculo simples: quando alugamos um hotel ou um espaço de hospedagem, lidamos com uma série de custos como diária, a própria viagem, alimentação, entre outros.

Entre esses valores, o estabelecimento também cobra por custos conhecidos como “invisíveis”, como a manutenção do local, a aquisição de laudo AVCB bombeiros para segurança, entre outros.

Só nessa brincadeira, já podemos ter uma base da complexidade envolvida no preço de uma diária. Fora isso, temos o custo, é claro, do próprio lucro do local. Por conta disso, reservar um hotel pode assustar algumas pessoas, especialmente pelo preço.

É por isso, que há uma preferência pela locação de casas e apartamentos que não são hotéis, mas oferecem o mesmo conforto, comodidade e tranquilidade.

Com isso, já temos a primeira vantagem: a facilidade da locação.

Praticidade e facilidade de locação

O aluguel de casas em curtas temporadas é muito mais simples e menos burocrático, quando comparado à locação de residências para morar. 

Assim, além do preço atrativo aos locatários, tem-se a vantagem da praticidade em fechar negócio.

Além disso, você não precisa comprar um preço super barato, somente por não ser um hotel. 

Fale sobre as vantagens da sua casa, como a manutenção SPDA (contra descargas elétricas), que mantém a residência livre de incidentes com raios, bem como os diferenciais (se a casa possui piscina, quantidade de quartos, entre outros).

Lembre-se que muitos hóspedes procuram casas justamente para dividir os gastos. 

Desse modo, caso a sua residência for grande, vale a pena cobrar um preço mais caro, já que os locatários costumam “rachar” a casa com mais pessoas.

O lucro no Carnaval é maior

Muitas pessoas já operam com o aluguel de imóveis para curta duração, voltado à viajantes. 

Por isso, é de se esperar que os locadores disponibilizem casas na época do Carnaval, ainda mais porque o lucro é muito maior.

Se comparados o mercado anual, o mercado de temporada consegue ganhos de até 50% a mais.

Além disso, quando se oferece serviços agregados, como banheiros de água quente com energia solar fotovoltaica para indústria, o contrato de locação pode até ter um preço maior, devido à valorização do imóvel.

Para melhorar ainda mais esse cenário, mesmo em um período de crise, o aluguel de casas em altas temporadas registrou não pára, visto que muitas pessoas procuram por imóveis para curtir umas férias.

De acordo com pesquisas realizadas com locadores de casas, a renda média mensal dos anunciantes brasileiros foi de R$ 5.000 no ano de 2015, e esse número só tende a crescer. Ou seja, o retorno financeiro vai muito além de uma simples renda extra.

Mas, e as desvantagens?

Claro que nem tudo é um mar de rosas. Ainda mais quando falamos em aluguel de casas para a alta temporada, especialmente o Carnaval.

Nem sempre, temos o privilégio de alugar a nossa casa para um conhecido, que sabemos que irá cuidar de nossas coisas, objetos, móveis e da própria estrutura do local. 

Sendo assim, há sempre aquele risco de lidar com um locatário mais bagunceiro e descuidado.

Pode acontecer, por exemplo, de um locatário quebrar um vidro da sacada do prédio. 

Daí, se isso não estiver disposto em contrato, o locador deve arcar com os custos de instalar a pele de vidro incolor e fazer todo o conserto.

Fora que, sempre devemos lembrar que ninguém tem a famosa “estrela na testa”. Por conta disso, os locadores estão expostos a riscos de roubo de seus pertences.

Ou, então, algo muito frequente em condomínios, são as ocorrências envolvendo os locatários fora do apartamento. 

Por exemplo, em um condomínio com grupo gerador diesel 150 kva, se um hóspede resolve mexer no equipamento, ele poderá sofrer um grave acidente.

Portanto, para ter um equilíbrio e decidir se vale mesmo a pena alugar a sua casa para o Carnaval, veja os seguintes pontos:

  • O que vou ganhar pode cobrir possíveis acidentes?
  • O lucro fará uma grande diferença no meu orçamento?
  • A minha casa/apartamento comporta quantos locatários?
  • A minha casa/apartamento é interessante para turistas?
  • Qual é a forma mais segura de fechar um contrato?

 

A partir disso, já se pode ter uma ideia do que é necessário para alugar a sua casa para o Carnaval, bem como se esse tipo de negócio vale realmente a pena para você.

Como alugar a sua casa para o Carnaval – Confira essas dicas simples!

Alugar uma casa não é um bicho de sete cabeças. Ao contrário, pode ser muito mais fácil e simples do que imaginamos.

Em geral, existem três possibilidades de aluguel: casa ou apartamento inteiro, quarto inteiro e quarto compartilhado.

Normalmente, os ganhos são maiores com a primeira opção, ainda mais se o imóvel contar com alguns fatores que influenciam o preço da diária: ar condicionado, piscina, televisão, internet, presença de barra roscada com olhal para fixação da estrutura, entre outros.

Outro aspecto que faz a diferença quando falamos de locação de casas, especialmente em alta temporada, é a localização. 

Por exemplo, no Carnaval na praia, as casas e apartamentos próximos da orla costumam ter um preço mais caro.

Ademais, em um região bem cuidada, com guia de concreto padrão prefeitura em todas as calçadas, baixo índice de violência e fácil acessibilidade, o preço da diária também costuma ter um valor maior.

Portanto, reúna o máximo de informações possíveis acerca do seu imóvel e, assim, defina o preço da diária.

Depois, é só começar a divulgação. Para isso, você pode contar com as seguintes estratégias:

1 – Anunciar o seu imóvel em um site especializado

Hoje em dia, é possível encontrar praticamente tudo na internet. 

Se procurarmos por laudo de periculosidade posto de gasolina, vamos nos deparar com todas as obrigatoriedades necessárias, bem como o porquê o documento é tão importante.

O mesmo vale para a locação de imóvel, mesmo que para curtos períodos.

Hoje em dia, há uma grande infinidade de sites especializados, onde é possível anunciar a sua casa/apartamento disponível para aluguel no Carnaval.

Geralmente, o processo de criação de anúncios é bem simples. Em poucos minutos você pode publicar a disponibilidade do seu imóvel e já receber reservas.

Os sites também oferecem segurança quanto ao pagamento, já que é possível requisitar o cadastro dos locatários, antes de fechar a reserva.

2 – Ter uma rede de contatos fechada

Para quem deseja trabalhar com locação de imóveis em alta temporada, mas não quer correr riscos de se deparar com pessoas desconhecidas, há a possibilidade de anunciar a sua casa ou apartamento, somente para a sua rede de contatos.

Isso não significa oferecer o local somente para amigos próximos, mas sim, disponibilizar a locação para conhecidos de familiares, pessoas que vieram por indicação, entre outros.

Desse modo, o locador tem mais segurança com os seus pertences e com a própria estrutura da casa, sendo muito mais fácil “desapegar” da residência, quando alugada para conhecidos e pessoas de confiança.

3 – Contratar um profissional ou imobiliária para intermediar os negócios

Essa é uma das opções mais seguras, em termos de contrato. 

Afinal, o trabalho de bons profissionais no ramo faz a diferença, ainda mais quando queremos ter a garantia que o imóvel será bem preservado.

Contudo, é preciso considerar os custos envolvidos. Normalmente, um profissional ou uma imobiliária requer uma porcentagem do aluguel e, em alguns casos, esse investimento não é favorável.

Em geral, a taxa de gerenciamento de corretores e imobiliárias pode variar entre 15% a 50%, dependendo do imóvel e do tipo de serviço prestado.

Por conta disso, vale a pena fazer todos os cálculos antes de anunciar o aluguel da sua casa ou apartamento. 

Se for financeiramente vantajoso, opte por ir atrás de profissionais, principalmente no que refere-se à elaboração de contratos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.